MEEEEEOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

Impressões de graffiti, obras de arte de rua originais, escultura urbana e arte pop

Impressões de graffiti, obras de arte de rua originais, escultura urbana e arte popHoje o graffiti está passando por um processo de extrema institucionalização e comercialização e o termo anteriormente usado “escritor” tende a ser substituído pelo termo “artista de rua”. Apesar dessas diferenças, porém, um dos elementos que permanecem intactos desde a década de 1960 é a motivação dos artistas em alcançar o maior número de pessoas possível, seja nas ruas ou em exposições em museus. Sob esse aspecto, a arte de rua floresce com mais vigor do que nunca e tem conquistado o respeito do público e da crítica, que já não a tratam como uma arte marginal. Ao mesmo tempo, os próprios artistas ganharam reconhecimento e sua arte vale milhões de dólares. Em outras palavras, se alguém foca na comercialização da arte de rua como prova de degeneração e decadência ou como uma forma revolucionária de arte que ainda está progredindo e espalhando a emancipação social e o ativismo é algo que está em debate. Qualquer que seja a opinião que se tenha, afinal, o graffiti é uma parte viva da nossa cultura e continua presente não só na arte que consumimos, mas também nos anúncios que vemos, nas roupas que vestimos e, ainda, nas ruas que utilizamos. andar.